Ações

O capital social (ou apenas ações) de uma entidade comercial representa o capital original pago ou investido no negócio pelos seus fundadores. Este capital funciona como uma garantia para os credores de uma empresa, uma vez que não pode ser retirado em detrimento dos credores. As ações são distintas da propriedade e os ativos de um negócio os quais podem variar em quantidade e valor.
As ações de uma empresa são divididas em quotas, cujo total deve ser declarado no momento da constituição da empresa. Devido à quantidade total de dinheiro investido no negócio, uma quota tem um valor nominal certo declarado, conhecido como o valor nominal de uma ação. O valor nominal é a quantidade "de minimis" (mínima) de dinheiro para a qual uma empresa pode emitir e vender ações em vários países e é o valor representado como capital na contabilidade da empresa. Em outros países, no entanto, as ações podem não ter qualquer valor nominal associado. Certas ações são frequentemente chamadas de ações nominativas sem valor nominal. As ações representam uma fração do direito de propriedade de um negócio. Uma empresa pode declarar tipos diferentes (classes) de ações, cada uma com regras de propriedade, privilégios, ou valores distintos.